Explore eventos futuros e passados ​​em todo o mundo e online, sejam hospedados pelo CIFOR-ICRAF ou com a participação de nossos pesquisadores.

Découvrez les événements passés et à venir dans le monde entier et en ligne, qu’ils soient organisés par le CIFOR-ICRAF ou auxquels participent nos chercheurs.

Jelajahi acara-acara mendatang dan telah lampau lintas global dan daring, baik itu diselenggarakan oleh CIFOR atau dihadiri para peneliti kami.

Explore eventos próximos y pasados de todo el mundo y en línea, sea que hayan sido organizados por CIFOR-ICRAF o que hayan contado con la asistencia de nuestros investigadores.

{{menu_nowledge_desc}}.

CIFOR–ICRAF publishes over 750 publications every year on agroforestry, forests and climate change, landscape restoration, rights, forest policy and much more – in multiple languages.

Explore upcoming and past events across the globe and online, whether hosted by CIFOR-ICRAF or attended by our researchers.

CIFOR–ICRAF addresses local challenges and opportunities while providing solutions to global problems for forests, landscapes, people and the planet.

We deliver actionable evidence and solutions to transform how land is used and how food is produced: conserving and restoring ecosystems, responding to the global climate, malnutrition, biodiversity and desertification crises. In short, improving people’s lives.

O Fórum de Zoneamento Socioeconômico-Ecológico (ZSEE)

Export citation

Pontos principais

  • O fórum de múltiplos atores (FMA) surgiu a partir de demandas externas (nacionais e internacionais). Como tal, enfrentou oposição de atores subnacionais influentes no setor de produção, que temiam que ele restringiria suas atividades. Isso limitou seu sucesso na promoção de equidade e na mudança do status quo.
  • O FMA desafiou, em certa medida, as assimetrias de poder contextual, pois a participação de uma ampla gama de atores impediu a dominação pelo setor de agronegócio. No entanto, as populações indígenas e tradicionais não estavam adequadamente representadas e possuíam conhecimento e recursos técnicos limitados para participar efetivamente.
  • Ao enquadrar o Zoneamento SocioeconômicoEcológico (ZSEE) como um processo principalmente técnico, os interesses divergentes de múltiplos atores continuaram não sendo apropriadamente abordados.
  • No contexto altamente polarizado de Mato Grosso, outros mecanismos além do FMA foram usados tanto pelo agronegócio (e.g. audiências públicas, Assembleia Legislativa) como por atores socioambientais (e.g. ação social, instituições federais) para influenciar o processo de ZSEE em torno de seus próprios interesses.

Download:

Related publications